Início Destaque Sporting e FC Porto em falência técnica

Sporting e FC Porto em falência técnica

1863

De acordo com um estudo do Observatório do Futebol da Universidade Europeia sobre as Sads dos três principais clubes do futebol português, ficou-se a perceber que o Benfica está melhor, ao contrário de FC Porto e Sporting, ambos em falência técnica.

Neste momento, o Benfica não precisa de vender, para garantir a estabilidade financeira, ao contrário, por exemplo, do FC Porto, que é a Sociedade Desportiva com mais dificuldades, por ter a estrutura salarial mais elevada e nem sequer deter a totalidade dos passes dos seus jogadores.

Loading...

O Benfica foi a sociedade com a estrutura salarial mais baixa e o FC Porto a que teve a mais elevada, não detendo a totalidade do passe da maior parte dos jogadores do plantel, sendo que os encarnados são os únicos cuja estabilidade financeira não depende da compra e venda de jogadores.

Assim, segundo esse estudo, sobre o exercício da época 2017/18, o Benfica está realmente a reduzir o endividamento.

O Benfica, na última temporada, reduziu o valor do plantel em nove milhões de euros, mas também o valor salarial, ou seja, está a pagar menos sete milhões de euros. O Benfica é, dos três grandes do futebol português, o clube que menos custos tem com a estrutura salarial (68 milhões de euros), bastante abaixo do Sporting (74 milhões) e do FC Porto (78 milhões).

Já o Sporting aumentou o valor do plantel, em 27 milhões de euros, por ter comprado três jogadores.

A pior situação seria, no entanto, a do FC Porto, que tem agravado o exercício ao longo das últimas três temporadas. Os dragões são quem mais gastam em salários e não têm a totalidade dos passes de 13 jogadores do plantel.

Com tudo isto, Sporting e FC Porto estavam em falência técnica, no final da temporada passada, uma vez que os seus passivos eram superiores aos valores ativos que as respetivas sociedades desportivas representam.

O Sporting tem um passivo de 283 milhões, que não é acompanhado pelos ativos do clube (269 milhões de euros). O FC Porto vive uma situação idêntica, com 464 milhões de passivo para 426 milhões de ativos.

Loading...