Início Destaque 16 razões que explicam a diferença entre Barcelona e Real Madrid

16 razões que explicam a diferença entre Barcelona e Real Madrid

998
COMPARTILHE

16 pontos separam Real Madrid e Barcelona no campeonato, e 16 são também as diferenças que o jornal Marca encontra entre as duas equipas, que estão mais afastadas do que nunca.

1- Ter Stegen vs Keylor Navas. 
Enquanto que o alemão se afirma como um dos melhores do mundo e vai garantindo pontos ao Barcelona, o mesmo não se pode dizer do costa-riquenho, que está a ser muito contestado.

Ter Stegen

2- Centrais. 
Nacho é o central mais utilizado, Ramos é o favorito e Varane está a desiludir, numa zona do terreno que muito preocupa Zidane. No Barcelona, tudo mais tranquilo e repartido, com Piqué, Umtiti (até se lesionar), e até Vermaelen a entrar muito bem na equipa. Yerry Mina chegou agora para ajudar.

3- Nas laterais.
Marcelo atravessa um mau momento, e Jordi Alba, no Barcelona, está talvez no melhor momento da carreira. Do outro lado do campo, entre Carvajal ou Achraf e Sergi Roberto ou  Nelson Semedo, os números são igualmente contrastantes. Até na ajuda ao ataque: os laterias do Barça têm 11 assistências para golo, contra uma dos do Real Madrid.

4- O banco.
O Barcelona tem ganho jogos a partir do banco, como Denis  Suarez, Deulofeu ou Paco Alcácer, enquanto que no Real as soluções escasseiam e apenas Ceballos ou Asensio vão ajudando.

5- Treinadores.
Ernesto Valverde chegou esta temporada, mas já conquistou os adeptos, transmitindo confiança e garra à equipa, contrariamente a Zidane, que parece constantemente incomodado.

Zidane

6- Os avançados.
A BBC tem 10 golos. Apesar dos vários anos de entendimento, o trio maravilha está a passar um mau bocado: Benzema tem dois golos, Bale tem quatro e Cristiano Ronaldo também quatro. Enquanto isso, no Barcelona, a MSN terminou na saída de Neymar, mas os que ficaram vão dando conta do recado: Messi tem 16 golos e Suarez tem 11. Em números mais globais, o Barcelona fez um total de 48 golos e o Real Madrid marcou 32.

7- Messi vs Cristiano.
A diferença está à vista de todos, mas é Cristiano Ronaldo quem se destaca em relação a outras temporadas. Messi mantém o mesmo nível de sempre, enquanto Cristiano Ronaldo está a fazer uma temporada muito distante do nível a que nos habituou.

8- As contratações.
O Barcelona gastou mais do que nunca, e o Real nunca esteve tão poupado. E Zidane continua a recusar reforços, mantendo confiança em jogadores, que depois não utiliza tanto, como Theo, Mayoral, Ceballos, Llorente ou Vallejo. Por outro lado, o Barcelona comprou muito, mas a diferença não será tanto por aí, uma vez que, entre Nélson Semedo, Paulinho, Dembélé e agora Coutinho, nenhum dos quatro é ainda um indiscutível na equipa, mas são opções que tornam esta equipa ainda mais imponente.

9- O centro das decisões. 
Aqueles jogadores que mais brilharam no passado, como Modric e Kroos, estão agora longe do seu melhor, ao contrário de Sergio Busquets, que se mantém imperial no meio-campo do Barcelona.

10- A motivação.
Depois da dobradinha na Champions, o que falta ganhar a este Real? Pois. A questão da motivação, ou a falta dela, poderia ter prejudicado o início de temporada do Real Madrid.

11- As baixas.
O Barcelona tem conseguido, até agora, superar muito bem as ausências dos seus craques, pro lesão ou castigo. Tem sido assim com Umtiti, Sergi Roberto, Alba, Suárez, ou Dembélé,. Pelo contrário, o Real Madrid ressente-se muito quando tem baixas mais prolongadas, como já aconteceu com Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Carvajal e Sergio Ramos.

12- Bernabéu vs Camp Nou
O factor-casa está a revelar-se mais decisivo para o Barcelona, que apenas cedeu um empate em casa (com o Celta). Já o Real, parece não se sentir em casa no seu próprio estádio e já tem dois empates e duas derrotas no Santiago Berbabéu, para a liga.

13- Saudades dos ‘ex’.
Cristiano Ronaldo disse que sentia falta de Morata, Pepe e James Rodríguez, jogadores que deixaram o clube no final da época passada. Enquanto isso, no Barcelona, por enquanto, ninguém parece lembrar-se de Neymar.

14- Os adeptos.
No Camp Nou, o apoio é muito e os adeptos estão muito satisfeitos com a equipa, com a qualidade de jogo e, mais agora, com as chegadas de Coutinho e Mina, e que Dembelé regressou de lesão. Em Madrid, os adeptos não estão contentes e chovem críticas e assobios, até contra as maiores estrelas, como Zidane, Benzema e… Cristiano Ronaldo.

15- O clássico.
No frente-a-frente, começou melhor o Real, a ganhar a supertaça ao Barcelona, mas depois disso, tem sido um ‘passeio’ para o Barcelona, incluindo no Santiago Bernabéu, jogo que os catalães venceram por 3-0, disparando na classificação.

16- Um jogo a menos.
16 pontos separam as duas equipas, mas o Real tem menos um jogo e pode reduzir para 13 os pontos de diferença. O encontro em falta é contra o Leganés.

Comentários

comentários

Loading...
COMPARTILHE